Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Maiores erros de arbitragem

24 de abril de 2019

 


Corinthians x Inter – 2005 (Brasileirão)
Márcio Rezende de Freitas ignorou o pênalti marcado pelo goleiro Fábio Costa no atacante Tinga. Ainda por cima, expulsou o jogador do Inter por ?simular? o lance. Com isso, o jogo terminou empatado em 1 a 1 e o Corinthians se aproximou mais da conquista do tetracampeonato. Este foi o último jogo apitado por Márcio como árbitro da Fifa.

Uzbesquistão x Bahrein – 2005 (eliminatórias da Copa do Mundo)
Aos 39 minutos do primeiro tempo, o Uzbesquistão fez um pênalti no Bahrein. O jogador Server Djeparov bateu, mas houve invasão de outro jogador durante a cobrança. Mesmo assim, o juiz Toshimitsu Yoshida computou o gol para a Bahrein e mandou que o jogo prosseguisse. Por causa do erro (a cobrança deveria ser repetida), a Fifa mandou anular a partida.

Portuguesa x Corinthians – 1998 (Paulistão)
O zagueiro César, da Portuguesa, interceptou a bola com o peito, mas o juiz Javier Castrilli viu toque de mão e marcou pênalti. O Corinthians fez o gol e foi para a final do torneio.

Santos x Botafogo – 1995 (Brasileirão)
Foram inúmeros erros. Um gol do santista Túlio foi anulado. O juiz Márcio de Freitas não viu o lateral santista Capixaba ajeitar a bola com a mão, lance convertido em gol por Marcelo Passos. Ele também anulou, com um impedimento inexistente, o gol de Camanducaia que daria a vitória ao Santos.

Brasil x Argentina – 1995 (Copa América)
O peruano Alberto Tejada validou um gol do brasileiro Túlio, que marcou graças a uma “ajeitadinha” com a mão. O jogo terminou em empate e o Brasil avançou no torneio.

Grêmio x Flamengo – 1982 (Brasileirão)
O jogador rubro-negro Andrade interceptou um gol do gremista Baltazar com a mão. O juiz Oscar Scolfaro não deu o pênalti.

Santos x Portuguesa – 1973 (Paulistão)
O juiz Armando Marques encerrou a cobrança de pênaltis antes de todos os lances serem cobrados. Os Santos foi declarado campeão. A Federação Paulista ?consertou o erro? dividindo o título entre as equipes.

Palmeiras x São Paulo – 1971 (Paulistão)
O juiz Armando Marques anulou o gol de cabeça do atacante palmeirense Leivinha, alegando toque de mão. Seu time perdeu a partida por 1 a 0.

Brasil x Espanha – 1962 (classificatória da Copa do Mundo)
O juiz Salvador Bustamante anulou um gol de bicicleta do húngaro naturalizado espanhol Puskas. O erro favoreceu o Brasil, que levou a partida por 2 a 1.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Os Correios lançaram o selo em homenagem ao milésimo gol de Pelé em 28 de novembro de 1969 – apenas nove dias após o feito. No ano seguinte, Pelé aparece também no selo que saúda o tricampeonato mundial, conquistado no México. O fotógrafo Ronaldo Kotscho, de Placar,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This