Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Linha do tempo do Rei Pelé

24 de abril de 2019

1940
Em Três Corações (MG), nasce Édison Arantes do Nascimento em 23 de outubro. Segundo seu Dondinho, pai do menino, o nome do filho era uma homenagem a Thomas Édison, que descobriu a eletricidade. Mais tarde, Pelé passaria a assinar seu nome como Edson.

1945
Soldado e jogador de futebol, Dondinho muda-se com a família para Bauru. Vai jogar no Lusitana Futebol Clube, atual Bauru Atlético Clube, e trabalhar como funcionário público. Seu filho era fã de Bilé, goleiro do Vasco da Gama de São Lourenço (MG). “Eu queria ser igual a Pilé”, dizia o menininho. Daí em diante, Édison ganhou o apelido Pelé.

1950
Seu Dondinho forma o time Sete de Setembro para o filho jogar. Para ganhar a bola, Pelé deveria completar um álbum de figurinhas. O dinheiro do uniforme veio da venda de amendoins. Trabalhando como engraxate, ele ajudava nas despesas de casa. A Seleção perde a final da Copa do Mundo, em pleno Maracanã, para o Uruguai, por 2 a 1, em 16 de julho.

1951
Pela primeira vez, Pelé calça um par de chuteiras, jogando pelo Ameriquinha. O time vence o jogo e conquista o campeonato infantil de Bauru. Em São Paulo, acontece a 1ª Bienal de Artes de São Paulo, no Museu de Arte Moderna (MAM).

1954
O técnico Waldemar de Brito, do Bauru AC, chama Pelé para jogar pelo time. Até os 16 anos, ele atua pelo infanto-juvenil. Na Copa da Alemanha, o Brasil cai diante da Hungria de Puskas.

1956
Em 6 de agosto, Pelé assina contrato com o Santos, clube onde joga até outubro de 1974. Em 7 de setembro, num amistoso contra o Corinthians de Santo André, marca seu primeiro gol pelo Santos, na vitória por 7 a 1.

1957
Em seu jogo de estreia pela Seleção Brasileira, contra a Argentina, marca seu primeiro gol. Era, também, a primeira vez que ele jogava no Maracanã. A União Soviética coloca em órbita o satélite Sputinik.

1958
Em 31 de março, o técnico Feola convoca Pelé para a Copa. Ele entra na terceira partida, contra País de Gales. No segundo semestre, ele marca o centésimo gol com a camisa do Santos, no empate contra o Comercial de Ribeirão Preto.

1959
Como o soldado 201, Pelé defende a seleção das Forças Armadas. Bate um recorde: marca 127 gols em 103 jogos. Pelé marca o gol que seria eleito o mais bonito de toda a sua carreira, contra o Juventus, em São Paulo. Por azar, não foi filmado. Jair lançou a bola na ponta direita para Durval, que cruza para Pelé, na entrada da área. Ele dá uma meia-lua no primeiro, um chapéu no segundo, outro no terceiro, mais outro no goleiro Mão de Onça e marca de cabeça.

1961
O Santos ganha do Benfica, de Portugal, por 6 a 3. Pelé dribla cinco adversários e marca um golaço. Em 5 de março, Pelé marca outro golaço, num jogo do Santos contra o Fluminense no Maracanã, e ganha uma placa no estádio.

1962
No Estádio da Luz, em Portugal, Pelé faz três gols na vitória do Santos sobre o Benfica por 5 a 2. O clube ganha o Campeonato Mundial Interclubes. Uma contusão o tira da Copa no segundo jogo.

1965
Na vitória brasileira por 5 a 0, Pelé faz um gol de bicicleta. Em visita ao Rio de Janeiro, Robert Kennedy cumprimenta Pelé.

1966
No mês de fevereiro, casa-se com Rosemeri dos Reis, com quem tem três filhos: Kelly Cristina, Edinho e Jennifer. O Brasil é eliminado na primeira fase na Copa da Inglaterra. Na partida decisiva, contra Portugal, Pelé é caçado em campo.

1968
A rainha Elizabeth, da Inglaterra, aplaude Pelé no Maracanã. Admirada, o convida para ir jogar no Liverpool.

1969
No Maracanã, em 19 de novembro, marca seu milésimo gol, na partida entre Santos e Vasco. Durante uma partida coma presença de Pelé na Nigéria, a guerra daquele país contra Biafra é suspensa só para que as pessoas pudessem vê-lo jogar.

1970
Ao lado de Gérson, Tostão, Jairzinho e companhia, conquista o tricampeonato mundial de futebol para o Brasil na Copa do México. Na volta, o prefeito de São Paulo indicado pelo governo ditatorial, Paulo Maluf, dá um Fusca para cada campeão.

1971
Na Guiana, é fundado o Pelé Football Club. Em um jogo amistoso contra a Áustria, Pelé marca seu último gol pela Seleção Brasileira.

1972
Contra o time da Universidad de Mexico, em São Francisco, Califórnia, marca seu milésimo gol com a camisa do Santos. Completa a milésima partida pela equipe, contra o Santa Cruz (PE).

1974
Aos 22 minutos do segundo tempo do jogo Santos x Ponte Preta, em 2 de outubro, Pelé ajoelha-se no gramado, se vira para os quatro lados do campo e diz adeus ao time. No final do mesmo ano, forma-se na Faculdade de Educação Física de Santos.

1975
Pelé vai à Casa Branca e conhece o presidente dos Estados Unidos, Gerald Ford. Assina o contrato recorde de 5 milhões de dólares com o New York Cosmos.

1977
No dia 1º de outubro, despede-se do futebol num jogo entre Santos e Cosmos. Joga o primeiro tempo pelo time brasileiro e, no segundo, atuando pela equipe americana, marca um gol.

1981
É eleito o “Atleta do Século” pelo jornal francês L’Equipe. Dois anos depois, 650 jornalistas especializados do mundo inteiro ratificam a eleição.

1987
É realizada a Copa Pelé, que tem a participação de seleções com jogadores com mais de 35 anos. Pelé joga a estreia, contra a Itália, e dá uma bicicleta.

1989
Estreia como comentarista da TV Globo. No posto, ficaria até 1998 comentando os jogos da Seleção Brasileira junto com o narrador Galvão Bueno, o comentarista de arbitragem Arnaldo César Coelho e, eventualmente, o humorista Chico Anysio.

1994
Embaixador do futebol nos Estados Unidos, é uma das estrelas da Copa do Mundo no país. Participa das cerimônias de abertura e encerramento. Quando Roberto Baggio desperdiça o pênalti que decreta o título brasileiro, o mundo todo o vê pular abraçado a Galvão Bueno e Arnaldo César Coelho, o trio da transmissão da Globo.

Casa-se com Assíria Seixas Lemos. Com ela, tem os gêmeos Joshua e Celeste.

1995
É empossado por Fernando Henrique Cardoso no cargo de Ministro dos Esportes, em 2 de janeiro. Fica no cargo por quatro anos.

1998
Em 24 de março é sancionada a Lei Pelé, que derruba a lei do passe. É rodado o curta-metragem Uma história de futebol, sobre a infância do mito. Em 2001, seria um dos 5 finalistas do Oscar.

2000
É lançado o portal www.pele.net. Além de informações sobre a vida do Rei, traz dados e atualidades sobre o futebol brasileiro e mundial.

2001
A Folha de S. Paulo noticia que a empresa Pelé Sports & Marketing não teria devolvido US$ 700 mil à Unicef, referentes à promoção de um jogo beneficente em Buenos Aires, em 1995. A empresa era ligada a Pelé e ao empresário Hélio Viana. Apesar de o caso ainda não estar totalmente esclarecido, eles não são mais sócios.

2002
A revista IstoÉ Gente revela que Pelé tem uma filha de 32 anos. Ele a reconheceu formalmente em 1994 e, dessa data até 2000, deu uma pensão mensal de US$ 1000 à filha, que chama-se Flávia Kurz. A outra filha que Pelé teve fora do casamento, a vendedora Sandra Regina Machado, de 37 anos, só foi reconhecida pela Justiça, após exames de DNA. Em março, Pelé grava comerciais para o Viagra no Maracanã. Como garoto-propaganda do medicamento, estima-se que tenha recebido US$ 2 milhões.

2004
Estreia “Pelé Eterno”, documentário narrado pelo próprio jogador onde contou sua infância e sua carreira como jogador.

2010
O craque é a estrela de um filme publicitário de 10 minutos feito pela Vivo, onde, em um Brasil x Argentina, ele “marca” o seu último gol, o de número 1.284.

2014
O jogador passa por uma cirurgia na coluna e fica internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

2015
Pelé passa por mais uma cirurgia e volta a ficar internado.

2016
Pelé é eleito em votação do Comitê Olímpico Internacional o maior atleta de todos os tempos. Problemas de saúde o impedem de participar da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O Rei também volta a ser internado, agora nos Estados Unidos.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Os Correios lançaram o selo em homenagem ao milésimo gol de Pelé em 28 de novembro de 1969 – apenas nove dias após o feito. No ano seguinte, Pelé aparece também no selo que saúda o tricampeonato mundial, conquistado no México. O fotógrafo Ronaldo Kotscho, de Placar,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This