Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Jogadores e as drogas

24 de abril de 2019

 

Anderson
O exame de urina do atleta do Inter acusou morfina. Ele se justificou dizendo que a substância provinha da semente de papoula que havia consumido horas antes.

André Balada
O jogador admitiu o uso de cocaína e álcool por três anos, inclusive no período em que jogou pelo Palmeiras. Livre das drogas desde que se tornou evangélico em 2004, André agora estuda teologia e planeja lançar um CD de músicas gospel.

Athirson
Foi absolvido em 2000, apesar de um exame antidopping ter flagrado o estimulante femproponex.

Campos
Foi o protagonista do primeiro caso de dopping no futebol brasileiro. Quando pertencia ao Atlético-MG, em 1973, foi pego no teste, que acusou consumo do estimulante efedrina. Ele alegou que tomava remédios indicados pelo médico do clube. Acabou sendo suspenso por 6 meses.

Dinei
Em 2000, o jogador de futebol foi pego em um exame antidoping. Ele assumiu ser viciado em cocaína, pegou 240 dias de punição e acabou virando um ícone para as entidades que tratam dependentes.

Edinho
Em junho de 2005, o filho do rei Pelé foi preso por envolvimento com tráfico de drogas. Ele admitiu em seu depoimento que era viciado em maconha. Segundo declarações, o vício o afastou da família.

Jardel
O jogador que fez história no Grêmio, ficou conhecido por sua maior habilidade: fazer gols. Foi artilheiro do Vasco, Grêmio, Porto (Portugal), Galatasaray (Turquia) e Sporting (Portugal) e vencedor dos prêmios Bola de Ouro e Chuteira de Ouro. Em 2008, já fora dos gramados, afirmou que o principal motivo da repentina queda de seu rendimento em campo era o consumo constante de cocaína.
Júnior Baiano
O zagueiro titular da Copa do Mundo da França (1998) foi pego em um exame antidoping em 2001. Reagiu a notícia dizendo que seus inimigos deveriam ter colocado a droga em sua comida ou bebida. Antes disso, porém, já tinha reputação de “baladeiro” e não negava ser amigo de traficantes. Na época do flagrante, foi suspenso por 120 dias.

Lopes
Quando era contratado do Palmeiras, foi apanhado num antidopping por uso de cocaína. Tomou uma suspensão. Para piorar a situação, Lopes fugiu duas vezes da concentração e abandonou os treinos. Acabou sendo colocado na reserva e depois foi emprestado para outros clubes.

Mário Sérgio
Flagrado em teste (uso de anfetamina), acabou suspenso por 3 meses. Na época, jogava no São Paulo.

Michel
No início de carreira, em 2002, tomou uma suspensão de 120 dias por ter sido pego em um exame antidoping. Por causa disso, o São Paulo só aceitou tê-lo no time se fosse feito um contrato de apenas 3 meses. Os dirigentes queriam se certificar que o atleta havia se recuperado.

Pedrinho
O meia do Corinthians sofreu uma série de contusões em 2002. Nessa época, um exame detectou a presença de antidepressivos em seu sangue.

Reinaldo
O centroavante foi destaque nos gramados nas décadas de 1970 e 1980. Chegou a ser artilheiro do Campeonato Brasileiro de 1977, quando estava no Atlético Mineiro e jogou a Copa de 1978. Ele confessou que era viciado em cocaína quando foi preso com 600 gramas da droga em 1996.

Régis Pitbull
Foi pego usando maconha quando jogava no Bahia. Teve que cumprir 121 dias de suspensão e ficou com a fama de garoto-problema. Isso levou sua carreira para o buraco.

Zé Sérgio
Um teste realizado em 1980 acusou que o então jogador do São Paulo consumia estimulantes. Não foi suspenso, porque os médicos provaram que ele havia utilizado Naldecon para tratar um resfriado.

 

 

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Os Correios lançaram o selo em homenagem ao milésimo gol de Pelé em 28 de novembro de 1969 – apenas nove dias após o feito. No ano seguinte, Pelé aparece também no selo que saúda o tricampeonato mundial, conquistado no México. O fotógrafo Ronaldo Kotscho, de Placar,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This