Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Erros em Copas do Mundo

24 de abril de 2019

 

Espanha x Coréia do Sul – 2002
Primeiro, o árbitro egípcio Gamal Ghandur anulou 2 gols legítimos da Espanha (O bandeirinha considerou que a bola cruzada pelo espanhol Morientes, convertida em gol por Joaquin, havia saído pela linha de fundo). Depois, marcou uma falta inexistente do atacante espanhol. Por fim, o bandeirinha sinalizou saída de bola em um lance, apesar de nada ter acontecido. O gol anulado levou a partida para os pênaltis. A Coréia ganhou por 5 a 3 e foi para as semifinais.

Brasil x Bélgica – 2002
O belga Wilmuts marcou, mas o juiz Peter Prendergast não validou o gol. O Brasil levou o jogo, ganhando dos turcos por 2 a 0.

Brasil x Turquia – 2002
O juiz coreano Kim Young Joo deu vantagem ao Brasil quando marcou um pênalti inexistente para a seleção. Com o gol, os brasileiros terminaram a partida com uma vitória por 2 a 1.

Itália x Espanha – 1994
O árbitro Sandor Puhl mandou a partida prosseguir normalmente, mesmo depois do italiano Tassoti ter fraturado o nariz do espanhol Luis Enrique em campo. A Itália venceu jogo por 2 a 1 e foi disputar a final com o Brasil.

Argentina x União Soviética – 1990
Maradona deu uma de goleiro e impediu com a mão que a União Soviética marcasse. O sueco Erik Friedkisson não marcou o pênalti. O jogo acabou em 2 a 0 para a Argentina.

Argentina x Inglaterra – 1986 (Copa do Mundo)
O juiz Naceur não viu Maradona ganhar a dividida aérea com o goleiro Shilton “na mão”. O gol feito em seguida garantiu a vitória argentina por 2 a 1.

Espanha x Brasil – 1986
A bola chutada pelo espanhol Michel ricocheteou na trave, ultrapassou a linha do gol e voltou ao campo. O juiz Christopher Brambridge não validou o lance e o Brasil ganhou por 1 a 0.

Holanda x Alemanha – 1982
Apesar da falta do goleiro Schumacher ter mandado o francês Batiston para o hospital, o juiz Charles Corver não marcou o lance e mandou o jogo prosseguir. A Alemanha acabou vencendo nos pênaltis, por 5 a 4.

Brasil x União Soviética – 1982
O árbitro espanhol Lamo Castillo deixou de marcar um pênalti a favor dos soviéticos. Eles acabaram perdendo o jogo por 2 a 1.

Itália x Brasil – 1982 (Copa do Mundo)
O juiz Abraham Klein não viu o puxão do zagueiro italiano Gentile em Zico (que ficou com um rombo na camisa) dentro da grande área. Se o pênalti fosse marcado (e convertido em gol), a seleção poderia conseguido empatar o jogo, que acabou em 3 a 2 para os italianos.

Alemanha x Uruguai – 1966
O alemão Schnellinger deu uma “mão” para que a bola entrasse no gol. Mas o árbitro Finney não viu o toque e validou o lance. Para piorar a situação, os uruguaios reclamaram e tiveram 2 jogadores expulsos. O jogo acabou em 4 a 0 para a Alemanha.

Inglaterra x Alemanha – 1966 (Copa do Mundo)
O inglês Hurst chutou. A bola bateu na trave e quicou sobre a linha, mas não entrou por inteiro. O juiz Gottfried Dienst considerou o gol, que ajudou a Inglaterra a levar a taça do mundo.

Alemanha x Checoslováquia – 1958
A Alemanha conseguiu empatar com os tchecos graças a uma “ajudazinha” do juiz inglês Ellis. Ele validou o gol marcado pelo jogador Rahn, apesar da bola não ter cruzado a linha. O resultado de 2 a 2 levou a Checoslováquia para uma partida com a Irlanda do Norte, que a eliminou do campeonato.

Hungria x Alemanha – 1954
O gol de empate marcado pela Hungria foi anulado pelo inglês William Ling. O erro rendeu aos alemães o título daquele ano.

Argentina x França – 1930
O juiz brasileiro Almeida Rego encerrou a partida 3 minutos depois da Argentina marca o gol que lhe rendeu a vitória sobre a França. Até aí tudo bem, não fosse o fato de ainda faltar 6 minutos para o 2º tempo chegar ao final.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

10 curiosidades sobre a Copa de 1970 (México)

10 curiosidades sobre a Copa de 1970 (México)

1. Foi nessa Copa que se começou a utilizar cartões vermelho e amarelo. O primeiro a receber um amarelo foi o soviético Evgeny Lovchev, em um jogo contra o México. O primeiro cartão vermelho veio apenas na Copa seguinte, em 1974. O...

10 curiosidades sobre a Copa de 2014 (Brasil)

10 curiosidades sobre a Copa de 2014 (Brasil)

1. O Brasil estreou a Copa do Mundo com um dado estatístico histórico: o lateral Marcelo marcou o primeiro gol contra da Seleção Brasileira na história das Copas. Ao longo do Mundial, foram registrados outros quatro gols contra. A...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This