Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Carreira de Ronaldo Fenômeno

24 de abril de 2019

 

  • O Social Ramos Clube foi seu primeiro time. Lá ele jogou futebol de salão entre 1980 e 1991. Depois se transferiu para os juniores do São Cristóvão.
  • Os empresários Reinaldo Pitta e Alexandre Martins, em outubro de 1992, ofereceram o jogador de graça ao Botafogo. O clube carioca o recusou.
  • São Paulo e Vasco também tiveram a oportunidade de comprar o jogador, mas não se interessaram. Ele acabou indo para o Cruzeiro, de Belo Horizonte. O primeiro título foi o Campeonato Mineiro de 1994.
  • Em 1994, ele foi comprado pelo PSV, da Holanda, por 6 milhões de dólares, o maior valor pago por um jogador brasileiro até então. Em 1997, ele foi para a Internazionale, de Milão. O time italiano pagou 27,5 milhões de dólares por seu passe.
  • Antes de chegar ao campeonato italiano, ele também passou pela liga espanhola, usando a camisa do Barcelona. Foi lá que ele inventou a famosa comemoração imitando um planador, que acabou sendo uma espécie de marca registrada.
  • Na Espanha, onde conquistou a Copa do Rei e a Recopa Européia, o craque ficou conhecido como “Extra-Terrestre”. Já na Itália, com a camisa do Inter, ele abocanhou o apelido de “Fenômeno”.
  • A estréia de Ronaldo na Seleção Brasileira principal aconteceu na vitória de 2 x 0 sobre a Argentina, em 23 de março de 1994. Ele foi campeão do mundo na Copa dos Estados Unidos, embora não tenha entrado em campo em nenhuma partida.
  • Ronaldo chegou a Copa de 1998 como a principal estrela do futebol mundial. Mas uma convulsão prejudicou sua atuação justamente na decisão do campeonato. O Brasil acabou amargando uma derrota de 3 a 0 para a França.
  • Ronaldo voltou a jogar pela seleção brasileira em março de 2002, em amistoso contra a Iugoslávia. Como titular da seleção na Copa da Coréia e Japão, ele conquistou a artilharia do campeonato, com 8 gols, e se igualou a Pelé como o maior artilheiro do Brasil (12 gols).
  • Logo após a vitória na Copa do Mundo, em setembro de 2002, o jogador trocou o Inter de Milão, time que defendeu durante cinco anos, pelo Real Madrid. A saída do craque causou polêmica. Dirigentes do time italiano chegaram a chamá-lo de mercenário, acusando-o de abandonar o posto somente depois da total recuperação de seus problemas no joelho. Para conseguir a transferência, Ronaldo teve que pagar do próprio bolso 5 milhões de dólares.
  • Na copa do mundo de 2006, Ronaldo alcançou a marca de 15 gols em copas do mundo e se tornou o maior goleador da competição. O título pretencia antes ao alemão Gerd Müller, que tinha 14 gols.
  • Em 2007, Ronaldo foi vendido pelo Real Madri ao Milan, da Itália, por 7,5 milhões de euros (21 milhões de reais). O craque foi recebido muito bem na Itália, diferentemente do que aconteceu quando saiu do Inter de Milão, outro time italiano.
  • Ronaldo estreou no Corinthians no dia 4 de março de 2009, 385 dias depois que uma lesão no joelho esquerdo o afastou dos campos e 15 anos depois de começar a jogar no exterior. O jogador entrou aos 22 minutos do segundo tempo e permaneceu em campo pelos próximos 27 minutos. Para proteger Ronaldo do assédio da imprensa e torcida, nove seguranças foram contratados pelo time.
  • Em sua segunda partida pelo Corinthians, Ronaldo marcou um gol de cabeça aos 48 minutos do segundo tempo e empatou a partida contra o Palmeiras. O jogo aconteceu no dia 7 de março de 2009, em Presidente Prudente.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Os Correios lançaram o selo em homenagem ao milésimo gol de Pelé em 28 de novembro de 1969 – apenas nove dias após o feito. No ano seguinte, Pelé aparece também no selo que saúda o tricampeonato mundial, conquistado no México. O fotógrafo Ronaldo Kotscho, de Placar,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This