Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Brasileiros naturalizados

24 de abril de 2019

 

Vários jogadores que nasceram no Brasil já “mudaram de país” e foram defender outras seleções. Isso acontece desde a Copa de 1934, quando o ex-corintiano Filó foi campeão com a seleção italiana usando o sobrenome Guarisi na camisa. De lá para cá, muita coisa mudou, mas vários jogadores brasileiros continuaram mudando de país.

País

 

Jogador

 

Alemanha

 

Kevin Kuranyi

 

Alemanha

 

Paulo Rink

 

Áustria        

 

Adrianinho

 

Azerbaijão

 

André Ladaga

 

Azerbaijão

 

Ernani Pereira

 

Azerbaijão

 

Leandro Gomes

 

Bélgica

 

Luís Oliveira

 

Bolívia

 

Alex da Rosa

 

Bulgária

 

Lucio Wagner

 

Costa Rica

 

Alexandre Guimarães

 

Croácia

 

Eduardo da Silva

 

Espanha

 

Marcos Senna

 

Guiné Equatorial

 

André Neles

 

Itália

 

Angelo Sormani

 

Itália

 

Dino da Costa

 

Itália

 

Filó*

 

Itália

 

Mazzola*

 

Japão

 

Alex Santos

 

Japão

 

Marcus Tanaka

 

México

 

Zinha

 

Polônia

 

Roger Guerreiro

 

Portugal

 

Celso

 

Portugal

 

Deco

 

Portugal

 

Liédson

 

Portugal

 

Lúcio Soares

 

Portugal

 

Pepe

 

Qatar

 

Araújo**

 

Qatar

 

Emerson**

 

Qatar

 

Fábio Montezine

 

Qatar

 

Marcone

 

Togo

 

Alessandro Faria

 

Togo

 

Hamilton

 

Togo

 

Jefferson de Souza

 

Tunísia

 

Francileudo dos Santos

 

Tunísia

 

José Clayton

 

Turquia

 

Marco Aurélio

 

* Jogaram pelo Brasil antes de se naturalizarem
** Jogaram por categorias de base do Brasil antes de se naturalizarem

Livro do jornalista PVC conta a história dos jogadores brasileiros no exterior.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Os Correios lançaram o selo em homenagem ao milésimo gol de Pelé em 28 de novembro de 1969 – apenas nove dias após o feito. No ano seguinte, Pelé aparece também no selo que saúda o tricampeonato mundial, conquistado no México. O fotógrafo Ronaldo Kotscho, de Placar,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This