Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Arthur Friedenreich (1892 – 1969)

24 de abril de 2019

 

Um dos monstros sagrados do futebol brasileiro. Centroavante de técnica primorosa, malicioso, hábil e, sobretudo, criativo.

Ninguém sabe quantos gols ele fez ao certo. Seu companheiro de equipe Mário Andrada jurava que eram 1.239, mas o levantamento se perdeu. Um equívoco nos números fez com que o total subisse para 1.329, o que faria dele o maior artilheiro da história do esporte, superando até Pelé. A informação consta no Livro Guinness dos Recordes. O pesquisador Alexandre da Costa mostrou que ele é autor de 556 gols.

Jogou em clubes como Germânia, Mackenzie, Ypiranga, Paulistano (extintos times paulistas) e São Paulo, conquistando sete títulos paulistas e sendo nove vezes artilheiro estadual (1912, 1914, 1917, 1918, 1919, 1921. 1927, 1928 e 1929). Fez 22 partidas pela Seleção: marcou dez gols, foi bicampeão sul-americano em 1919 e 1922. Ganhou o apelido de “El Tigre” da imprensa Argentina durante o Sul-americano de 1916, disputado em Buenos Aires. Encerrou a carreira em 1935, aos 43 anos, fazendo jogos de exibição pelo Flamengo.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Uma seleção de curiosidades sobre o Rei Pelé

Os Correios lançaram o selo em homenagem ao milésimo gol de Pelé em 28 de novembro de 1969 – apenas nove dias após o feito. No ano seguinte, Pelé aparece também no selo que saúda o tricampeonato mundial, conquistado no México. O fotógrafo Ronaldo Kotscho, de Placar,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This