• Uma das Barbies mais vendidas até hoje foi a Totally Hair, cujos cabelos iam até os pés. Foram mais de 10 milhões de unidades.
  • A boneca tem 38 bichinhos de estimação, entre eles cachorros, gatos, pôneis, cavalos e até papagaio, urso panda, chipanzé, leão, girafa e zebra.
  • Já seu guarda-roupa teve mais de 1 bilhão de pares de sapatos e 1 bilhão de peças de roupa.
  • No Bicentenário da Independência dos EUA, em 1976, uma Barbie foi colocada em uma cápsula do tempo. Só será aberta em 2076, para mostras às futuras gerações como eram as mulheres daquela época.
  • Na ocasião do 20º aniversário da morte do cantor Elvis Presley, em agosto de 1997, Barbie ganhou uma versão na qual dançava com um boneco do ídolo.
  • Em agosto de 1997, ela ganhou uma exposição no Museu Nacional de Mônaco. Eram 110 bonecas vestidas por 55 grandes costureiros, como Christian Dior, Christian Lacroix, Claude Montana, Guy Laroche, Paco Rabanne, Pierre Balmain, Ted Lapidus, Louis Ferraud. A madrinha da exposição foi a princesa Stephanie, de Mônaco.
  • Em 1999, o artista americano Tom Forsythe fotografou Barbies em poses sexies e a nudez das bonecas ilustrou 40 cartões postais. A Mattel tentou impedir a divulgação do material, mas a justiça liberou, alegando que o ensaio era apenas uma paródia e não afetava os direitos autorais do brinquedo.
  • A boneca deixou sua marca na Calçada da Fama, em Hollywood (EUA), em 2002.
  • Existem diversas versões da boneca. Nos Estados Unidos, a fabricante chegou a lançar um modelo portadora de deficiência física, que andava de cadeiras de rodas.
  • O empresário Ammar Saadeh lançou em 2003 uma Barbie muçulmana. Razanne usa o hijab (véu) e carrega um Corão (livro sagrado islâmico). É vendida nos Estados Unidos, Canadá, Cingapura e Alemanha. Outras marcas que oferecem bonecas muçulmanas são Fulla e Jamila.