Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Dona Mercedes, mãe de Ricardo Boechat, faz decoração de Natal premiada em Niterói

23 de dezembro de 2017

Uma das surpresas do “É Brasil que Não Acaba Mais!” (BandNews FM, sábados, 13h, e domingos, 7h e 22h) de hoje foi descobrir que dona Mercedes Carrascal, 85 anos, mãe do apresentador Ricardo Boechat, é apaixonada por Natal e tem uma das casas com a melhor decoração natalina de Niterói-RJ. Uma reportagem não ficou pronta e Maiara Bastianello, que apresenta o programa comigo, entrou desesperada no estúdio. Era a gravação de nosso Especial de Natal. Boechat estava dentro do estúdio e Maiara perguntou se ele tinha alguma boa história de Natal para contar. Aí ficamos sabendo da curiosa história.
Ligamos para dona Mercedes, que já foi contando que o tema deste ano é “Natal dos Minions”. “Eles são malvadinhos”, brincou ela. “Como estamos num país de malvadezas, achei o tema bem apropriado”.

Dona Mercedes colocou um Gru na varanda de casa, que dança músicas de Natal e diz ho-ho-ho. A máscara foi trazida dos Estados Unidos por uma neta. A lista de temas dos anos anteriores é bastante grande: “Jingle Bell”, “Ursinho Poo”, “Frozen” e “Natal em Nova York”, entre outros. “No ano passado, mandei fazer uma roupa cor de rosa para o Papai Noel. Era o Papai Noel gay contra os homofóbicos”, disse na entrevista.

Ela só não monta mais o presépio de 80 figuras. “Aqui ninguém liga para isso e ocupava um espaço muito grande”. A família toda passa o Natal na casa dela. “Faço por eles. As crianças adoram as luzes, o Papai Noel. Agora estão começando a vir os bisnetos”, contou.

Dona Mercedes já ganhou prêmios da Neltur (Niterói Empresa de Lazer e Turismo). Ela vive na cidade desde 1956. “Já me deram dois troféus de plástico muito bonitinhos”, cutucou. “Mas não me descontaram nada do imposto por alegrar a cidade”.

Web Stories

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A trégua de Natal na Primeira Guerra Mundial

A trégua de Natal na Primeira Guerra Mundial

A Primeira Guerra Mundial, de 28 de julho de 1914 a 11 de novembro de 1918,  foi o primeiro conflito que se estendeu por todo o planeta – até o Brasil participou. Quando ela acabou, quatro impérios tinham sumido: o turco, o austro-húngaro, o russo e o alemão. Foi um...

Cestas de Natal Amaral e o início da publicidade natalina

Cestas de Natal Amaral e o início da publicidade natalina

Nos primeiros anos de vida, as emissoras de televisão mantinham praticamente a programação normal mesmo no dia de Natal. Dá para perceber isso na grade horária do dia de Natal de 1957 na revista especializada "7 Dias na TV". Naquele ano, o Natal caiu numa quarta-feira...

1 Comentários

1 Comentário

  1. ANA MARIA ECHEVARRIA

    DONA MERCEDES É A PESSOA MAIS HONESTA
    E AMIGA QUE VONHECI NA MINHA VIDA .
    NEM CEM HOMENS TERIAM A HONRA ,DIGNIDADE
    , GARRA E DETERMINAÇÃO QUE ELA TEVE
    A VIDA TODA . ADMIRO ESTA MULHER MARAVILHOSA
    ELA É UM EXEMPLO DE VIDA .
    SEMPRE A CONSIDEREI UMA SEGUNDA MÃE ,
    MINHA MÃE DE CORAÇÃO !
    ANA MARIA ECHEVARRIA

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
Os 100 anos dos ursinhos da Haribo Qual é a origem do Creme Nivea? Você conhece o axolote, o “monstro aquático”? As pioneiras da ficção Científica