A origem do Dia de Corpus Christi

24 de abril de 2019

 

A ideia de comemorar a presença do corpo de Cristo na eucaristia (momento da transformação do pão no corpo e no sangue do Messias) partiu da freira belga Juliana de Mont Cornillon. No século 13, ela teve visões sobre a falta de uma festa relacionada ao sacramento no calendário da Igreja Católica. Ela narrou o episódio ao bispo de Verdun, o futuro papa Urbano IV, e ao bispo de Liége (Bélgica), Robert de Thorete. Enquanto Thorete organizou a primeira celebração em 1247, Urbano IV oficializou a festa na bula “Transiturus”, publicada em 8 de setembro de 1264. A data é comemorada com uma procissão.

No Brasil, o primeiro Corpus Christi aconteceu em 1549, em Salvador (Bahia). O governador-geral do Brasil, Tomé de Souza, e o padre Manoel da Nóbrega organizaram o cortejo, do qual todos os moradores da cidade foram obrigados a participar. Durante um tempo, aliás, quem se recusasse a acompanhar os fiéis tinha que pagar uma multa de 6 mil réis.

A tradição de enfeitar as ruas para a passagem da procissão começou com a própria freira Juliana. A religiosa costumava enfeitar as ruas de Liége (Bélgica) com flores na ocasião. Os brasileiros aperfeiçoaram a decoração preparando uma espécie de tapete feito com folhas, grãos de cereais, pó de café e outros materiais, como garrafas de refrigerante e tampinhas. Em alguns locais, ele pode ter quilômetros de extensão.

 

Últimas Curiosidades

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *