Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre a Parada LGBT

24 de abril de 2019

A organização de passeatas contra a discriminação e em defesa dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros teve início após um incidente entre a polícia de Nova York e os frequentadores de um bar homossexual. As autoridades da cidade costumavam realizar batidas constantes a estabelecimentos do tipo, proibidos na década de 1960.

Em 28 de junho de 1969, o alvo da vez foi o “Stonewall Inn”. Ao contrário do que ocorria normalmente, uma mulher decidiu resistir à ação e ganhou o apoio de quem estava presente no lugar naquela noite. O grupo liderou uma série de manifestações, que se prolongaram pelos três dias seguintes e mobilizaram diversas pessoas.

Em 1970, a comunidade GLBT resolveu organizar uma marcha em comemoração ao aniversário do caso “Stonewall Inn”, iniciativa que passou a se repetir todos os anos e ser copiada em outros países.

A parada do gênero mais tradicional no Brasil é a de São Paulo. Ela começou em 1996 como um ato público que reuniu cerca de 300 pessoas na Praça Rooselvet.

Em 18 de maio de 1997, a manifestação se transformou em passeata com a presença de trios elétricos e carros alegóricos, reunindo duas mil pessoas.

A partir de 2004, se transformou na maior parada LGBT do mundo, ao mobilizar 1,8 milhões de participantes (segundo dados da Associação do Orgulho GLBT de São Paulo, responsável pela organização). Deixou para trás a de São Francisco (Estados Unidos), a de Toronto (Canadá) e a de Sidney (Austrália).

O Brasil tem cerca de 18 milhões de homossexuais (pouco menos de 10% de toda a população). Só em São Paulo, vivem 40% dos gays brasileiros. No Rio de Janeiro, estão outros 14%, em Minas Gerais, 8% e no Rio Grande do Sul, outros 8%. 47% são da classe B, 36% da classe A e 16% da classe C. Além disso, 57% têm nível superior, 40% têm ensino médio e 3% completaram apenas o ensino fundamental. Os dados são do Instituto de Pesquisa e Cultura GLS.

Na Parada LGBT, o gênero musical predominante é o pop eletrônico.

A Parada LGBT brasileira mais violenta da história aconteceu em 2009. Além de brigas e confusões, ocorreu a explosão de uma bomba caseira no Largo do Arouche, que deixou ao menos 20 pessoas feridas.

Leia também:
Qual a origem da bandeira LGBTQIA+?
Qual é a origem do Dia do Orgulho Gay

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Chove mesmo em todos os dias de Finados?

Chove mesmo em todos os dias de Finados?

É verdade que todo Dia de Finados, 2 de Novembro, chove? Uma crença popular afirma que esse é um dia sempre de muita chuva! Vale lembrar que, para milhões de católicos, o Dia de Finados serve para celebrar a vida eterna dos falecidos. Nesse dia, todas as lágrimas das...

Qual é a origem do Dia do Animê?

Qual é a origem do Dia do Animê?

O Dia do Animê é comemorado em 22 de Outubro desde 2017. Segundo a Associação Japonesa de Animação, a data foi criada como parte das comemorações do centenário da animação japonesa. No Japão, o termo "animê" se refere a qualquer tipo de animação, nacional ou...

A origem do Dia Mundial do Pão

A origem do Dia Mundial do Pão

A ONU (Organização das Nações Unidas) começou a ser planejada em 1942, ainda durante a Segunda Grande Guerra. A primeira reunião oficial, aquela que marcou o início de suas atividades, aconteceu em 24 de outubro de 1945. Mas a coisa no mundo todo estava tão feia que,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This