A Páscoa na Região Nordeste do Brasil

30 de março de 2020

Três pratos são muito tradicionais na Páscoa do Nordeste. O primeiro deles é o quibebe, um tipo de purê de jerimum, consumido na sexta-feira santa, no lugar da carne vermelha. O segundo é o arroz de coco (cozido com leite de coco). Só que o mais emblemático é o feijão de coco, servido em forma de um caldo bem grosso. Cada família tem seu jeito de preparar. Uma das receitas está aqui: 

 


Receita do Feijão de coco
1 kg de feijão mulatinho;
2 cocos;
Azeite, cebola, tomate, cheiro-verde, sal e pimenta a gosto.

Modo de preparar:
– Cozinhe o feijão em água e sal. Reserve.
– Raspe os cocos e passe no liquidificador com 2 xícaras do caldo em que o feijão foi cozido.
– Refogue todos os temperos no azeite. Passe o feijão no liquidificador e depois peneire.
– Junte o refogado ao creme de feijão, o caldo dos cocos, e leve ao fogo, mexendo sempre até engrossar. Tempere com sal e pimenta.

 

O que não falta também no prato do nordestino na época de Natal é uma verdura chamada bredo, que acompanha muito bem bacalhau, peixe e quibebe. O bredo é muito parecido com o espinafre e de fácil cultivo na região. Por ser abundante nessa época do ano, ganhou o apelido de “hortaliça sacrossanta”. Também é preparada com leite de coco.

 

A Páscoa no Piauí

O Piauí é o Estado mais católico do Brasil. São quase 87,93% da população que se denomina católica praticante. Por isso, muitos piauienses lembram da quantidade de proibições que cercavam a Semana Santa antigamente. Na Sexta-Feira da Paixão, por exemplo, era proibido até tomar banho e pentear os cabelos.

 

A Páscoa no Ceará


No
Ceará, o doce que rivaliza com o ovo de Páscoa é o pão-de-coco, herança dos escravos africanos e dos índios. O pão douradinho é recheado com creme de coco.

 

 

A Páscoa no Maranhão e na Paraíba

Em cidades pobres, como Santana do Maranhão (MA) e Bayeux (PB), as prefeituras aproveitam a festa de Páscoa para fazer uma grande distribuição de peixes para a população carente. Na cidade maranhense, por exemplo, a prefeitura distribuiu um total de 6 mil quilos em 2015 – 2 quilos por família cadastrada.

 

A Páscoa em Pernambuco

A representação da Paixão de Cristo na estância hidromineral de Fazenda Nova, distrito do município Brejo da Madre de Deus (PE), é o maior espetáculo ao ar livre do mundo. Conta a história de Cristo, desde o Sermão da Montanha até a Ressurreição. A primeira encenação aconteceu em 1950, nas ruas da pequena vila de Fazenda Nova, a 180 km do Recife. Hoje são 100 mil metros quadrados, cercados por uma muralha de pedra de granito de 4 metros de altura, num cenário que é uma reprodução parcial da Jerusalém dos dias de Cristo. A “Nova Jerusalém pernambucana”, incluindo o Palácio de Herodes e o Fórum de Pilatos, demorou 36 anos para ficar pronta. A área corresponde a um terço da Jerusalém original, em Israel. Em 1997, o show passou a incluir atores globais, como uma tentativa de aumentar o público. O espetáculo tem 2 horas e meia de duração.

Foto: Passarinho/Pref.Olinda

Entre as inúmeras manifestações religiosas, Olinda (PE) promove o espetáculo “Cenas de Cristo”, que tem uma hora de duração e a participação de 50 atores e 20 crianças.  A apresentação acontece desde 2012 na colina da Igreja do Carmo e tem um lindo show pirotécnico no final. 

 

 

 

 

Foto: Mariana Miranda

A primeira Procissão do Fogaréu em terras brasileiras aconteceu na Bahia em 1618. A Paraíba viria algum tempo depois, em 1726. A mais famosa Procissão do Fogaréu baiana tem lugar em Serrinha. Ela é realizada desde 1930 e já foi transformada em Patrimônio Histórico Imaterial da Bahia. Cerca de 30 mil fiéis sobem a colina de Nossa Senhora Santana, o ponto mais alto da cidade, com velas e tochas. A cidade fica toda às escuras para dar um efeito ainda melhor ao evento.

Artigos Relacionados

Por que falamos com criança como criança?

Por que falamos com criança como criança?

Por que nem o mais destemido dos marmanjos resiste a afinar a voz e a falar como uma criancinha ao ver um bebê? Na verdade, isso não acontece apenas entre pais e tios babões brasileiros. Estudos mostram que o mesmo ocorre em diferentes culturas e idiomas, como no...

Qual é a origem do Dia do Orgulho Gay

Qual é a origem do Dia do Orgulho Gay

A organização de passeatas contra a discriminação e em defesa dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros teve início depois de um incidente entre a polícia de Nova York e os frequentadores de um bar homossexual. As autoridades da cidade costumavam...

Qual é a origem do Dia dos Avós

Qual é a origem do Dia dos Avós

Comemora-se o Dia dos Avós em 26 de julho. A ideia da celebração foi da portuguesa Ana Elisa do Couto (1926-2007), revelou o jornalista Edison Veiga em reportagem publicada pela BBC em 2018. Há uma placa em homenagem a Ana Elisa, mais conhecida como Dona Aninhas, em...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *