Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Por que se comemora o Dia Nacional da Cachaça em 13 de setembro

24 de abril de 2019

Nos tempos coloniais, o Brasil tinha muita cana-de-açúcar e engenhos e moendas espalhados por todo lado. Nesse cenário, a produção de cachaça era muito importante: ela era usada como moeda de troca, ao lado do tabaco, para pagar o tráfico de africanos, que eram trazidos para serem escravizados. Havia também um largo consumo aqui em nosso território. Isso prejudicava enormemente o comércio e consumo de bagaceira, um subproduto do vinho, feito com bagaço de uva e que era importado de Portugal.

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

Tentando barrar o progresso da cachaça, Portugal proibiu a fabricação e venda da nossa canjibrina em 13 de setembro de 1649. O que, obviamente, não funcionou. Mas, exatos 12 anos depois, os proprietários de engenhos, cansados das perseguições pela produção e venda da pinga, rebelaram-se em 13 de setembro de 1661, tomando o Rio de Janeiro por cinco meses na chamada “Revolta da Cachaça”. A repressão foi brutal e o líder dos revoltosos, condenado à morte. Porém, o governo português entendeu, afinal, que não era possível proibir e aceitou o inevitável. Por isso, o 13 de setembro passou a ser considerado o Dia Nacional da Cachaça.

Web Stories

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A trégua de Natal na Primeira Guerra Mundial

A trégua de Natal na Primeira Guerra Mundial

A Primeira Guerra Mundial, de 28 de julho de 1914 a 11 de novembro de 1918,  foi o primeiro conflito que se estendeu por todo o planeta – até o Brasil participou. Quando ela acabou, quatro impérios tinham sumido: o turco, o austro-húngaro, o russo e o alemão. Foi um...

Cestas de Natal Amaral e o início da publicidade natalina

Cestas de Natal Amaral e o início da publicidade natalina

Nos primeiros anos de vida, as emissoras de televisão mantinham praticamente a programação normal mesmo no dia de Natal. Dá para perceber isso na grade horária do dia de Natal de 1957 na revista especializada "7 Dias na TV". Naquele ano, o Natal caiu numa quarta-feira...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
Os 100 anos dos ursinhos da Haribo Qual é a origem do Creme Nivea? Você conhece o axolote, o “monstro aquático”? As pioneiras da ficção Científica