A origem do Dia do Soldado Desconhecido (28/11)

28 de outubro de 2020

O principal propósito da data é honrar a memória dos soldados que perderam as suas vidas lutando pelas suas pátrias, mas cujos corpos não foram identificados e sepultados. É comum que durante as guerras uma parte dos soldados mortos em combate não seja levada para a sua terra natal para que seja realizado o devido funeral.

Para aplacar a situação, muitos países recorrem à construção de monumentos que prestam homenagem aos heróis anônimos. O local recebe normalmente a designação de “Túmulo do Soldado Desconhecido”.

Apesar de simbólicos, alguns destes túmulos também podem guardar os restos mortais de alguns desses soldados.

O primeiro memorial conhecido deste tipo é o monumento ao soldado de infantaria, que data de 1849, da Primeira Guerra de Schkeswig, na Dinamarca.

Nos Estados Unidos também é encontrado outro exemplo dedicado ao soldado morto desconhecido da Guerra Civil, que ocorreu entre 1861 a 1865.

A origem do Dia do Soldado Desconhecido aconteceu no Reino Unido, quando em 1920 um combatente incógnito que faleceu combatendo durante a Primeira Guerra Mundial foi enterrado na Abadia de Westminster, em Londres.

A cerimônia teve como objetivo dar a devida dignidade para todos os soldados que deram a sua vida pelo Império Britânico.

No Brasil há o Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, que se encontra no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. Inaugurado em junho de 1960, o local conta com uma urna com restos mortais de soldados da Força Expedicionária Brasileira (FEB) falecidos em combate na Campanha da Itália, entre 1944 e 1945 e não identificados, que simboliza o Soldado Desconhecido.Seu objetivo é resgatar a memória dos nossos pracinhas.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *