Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 curiosidades sobre trios elétricos

24 de abril de 2019
  1. Tudo começou com um calhambeque, um velho Ford T 1929, equipado com dois alto-falantes. Seus donos eram Osmar Macedo e Adolfo do Nascimento. Uma semana antes do Carnaval de 1950, Dodô (apelido de Adolfo) e Osmar saíram pelas ruas de Salvador tocando os frevos de Pernambuco no último volume. A galera da rua aprovou e foi dançando atrás. Nascia o primeiro trio elétrico.
  2. No ano seguinte, o calhambeque foi substituído por uma caminhonete e, em 1952, uma fábrica de refrigerantes ofereceu-lhes um caminhão.
  3. Nas décadas seguintes, outros trios foram surgindo, e hoje dispõem de instrumentos modernos e caminhões de alta potência, que tocam do reggae à música clássica e animam muitos outros eventos, além do Carnaval.
  4. Os trios elétricos “democratizaram” o carnaval da Bahia, inaugurando o “carnaval participante”, em que as camadas populares festejam junto aos mais abastados. Mais tarde, porém, com o profissionalismo dos trios, a separação entre os mais pobres e os mais bem posicionados voltou a acontecer.
  5. “Abadá”, palavra de origem orubá que significa “vestido largo para homens” ou “espécie de camisão folgado”, passou a designar o uniforme oficial – e caro – dos componentes dos trios elétricos. Ele permite que o folião possa pular dentro das cordas do bloco que segue o trio.
  6. “Atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu.” Mas cuidado com os ouvidos! A intensidade sonora dos trios elétricos chega a uma média de 108 decibéis. O som altíssimo dos trios pode ser escutado a 1 quilômetro. Só não prejudica a audição se for ouvido por, no máximo, de 15 a 20 minutos.
  7. A prefeitura de Salvador limitou o nível de ruído a 115 decibéis, embora os trios tenham potência para atingir 150. Se ele fosse usado no volume máximo, arrebentaria os tímpanos e os vidros num raio de 100 metros.
  8. Uma das atrações do Carnaval de Porto Seguro é o jegue elétrico, criado pelo mineiro Reginálvaro Oliveira da Vitória. O jegue Kojak, todo fantasiado, puxa 400 quilos de aparelhagem de som.
  9. O cantor e percussionista baiano Carlinhos Brown foi acusado de ter violado o artigo 233 do Código Penal (ato obsceno em público). Segundo a polícia, ele ficou pelado em cima do trio elétrico da Timbalada na madrugada do dia 25 de fevereiro de 1998, em Salvador. A pena de 3 meses a 1 ano de prisão foi convertida em uma multa de 1.950 reais em cestas básicas para orfanatos.
  10. Uma hora pulando atrás de um trio elétrico consome cerca de 600 calorias.

Leia também:

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Por que o coelho é um dos símbolos da Páscoa?

Por que o coelho é um dos símbolos da Páscoa?

O ovo é utilizado como símbolo do povo judaico durante a festa que celebra a libertação da escravidão e a fuga do Egito, com a chegada à terra prometida sob a liderança de Moisés. O ovo é comparado ao povo de Israel: ele é um alimento que não perde a forma depois de...

Onde comemorar o Dia Mundial da Nutella

Onde comemorar o Dia Mundial da Nutella

Criado em 2007 pela blogueira americana Sara Rosso - e oficializado pela fabricante Ferrero em 2015 -, o Dia Mundial da Nutella é comemorado em 5 de fevereiro. O creme de avelãs foi inventado em 1964 pelo italiano Michele Ferrero, e chegou aos Estados Unidos apenas em...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This