Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 curiosidades sobre o islamismo

24 de abril de 2019
  1. Todos os ensinamentos contidos no Alcorão têm força de lei.
  2. Alá é o nome do Deus único do islamismo.
  3. Alcorão que dizer o livro, assim como a palavra bíblia.
  4. No Alcorão, Alá é identificado por 99 adjetivos. Três deles são “pacificador”, “misericordioso” e “clemente”.
  5. Jesus Cristo é citado 25 vezes no alcorão. Ele aparece ora como filho de Maria ora como o messias Jesus, filho de Maria. Mas, para o islamismo, Jesus Cristo foi apenas um profeta.
  6. Maria, mãe de Jesus, é a única mulher que o Alcorão chama pelo nome.
  7. Segundo os muçulmanos, os ensinamentos de Jesus Cristo foram mal interpretados pelos cristãos.
  8. A religião foi criada pelo profeta Maomé, em Medina, na península Arábica. Filho de um guardião de Caaba, santuário dos muçulmanos, Maomé ficou órfão aos 8 anos e foi criado pelo tio Abu-Talib. Aos 25 anos casou-se com a rica viúva Khadija, 15 anos mais velha. Trabalhava como comerciante e venerava uma caverna do monte Hira, onde fazia suas orações. Foi lá que lhe apareceu o arcanjo Gabriel, que revelou a religião que Maomé deveria ensinar. No mesmo local, ele começou a proclamar os princípios básicos da religião que, muito tempo depois, transformaram-se no Alcorão, livro sagrado do islamismo.
  9. Por volta de 616, Maomé já era chefe de um grupo fervoroso. Isso provocou a reação dos governantes de Meca, onde a religião oficial cultuava 360 deuses. No dia 16 de julho de 622, Maomé fugiu de Meca para Medina para não ser assassinado. A data passou a marcar a Hégira, início da era muçulmana. Seis anos mais tarde, ele retornou a Meca, destruiu os inúmeros ídolos da Caaba e transformou o antigo templo num santuário para seus fiéis.
  10. Como mais de dois milhões de pessoas costumam participar da peregrinação anual a Meca, é comum ocorrerem acidentes. Em 2004, 244 pessoas morreram e mais de 200 se feriram durante a Festividade do Sacrifício, uma das cerimônias que compõem o ritual islâmico. O Eid al-Adha, como é chamado, transcorre em uma ponte. Confira outras tragédias que aconteceram em Meca:

AnoFatoNº de mortos
1975Incêndio em um acampamento de peregrinos200
1979Opositores da família real saudita fazem reféns na Grande Mesquita153
1987Manifestação proibida de peregrinos iranianos402
1990Avaria no sistema de ventilação em um túnel1.426
1994Tumulto durante apedrejamento de Santanás270
1997Incêndio em um acampamento343
1998Tumulto durante apedrejamento de Santanás118
2001Tumulto durante apedrejamento de Santanás35
2003Tumulto durante apedrejamento de Santanás14
2004Tumulto durante Festividade do Sacrifício244
2005Enchentes e tumulto durante apedrejamento de Santanás32
2006Tumulto na ponte de Yamarat, que leva às colunas que representam o diabo365

Leia também:
Os líderes do islamismo
Origem do islamismo

 

Nota de transparência: os links acima têm código de afiliado. Clicando neles, os preços não mudam, mas o veículo pode ganhar uma comissão da Amazon.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Origem do islamismo

Origem do islamismo

Essa religião foi criada pelo profeta Maomé (570-632), em Medina, na península Arábica. Filho de um dos guardiões da famosa Caaba — santuário dos muçulmanos —, Maomé ficou órfão aos oito anos e acabou sendo cria- do por um tio, Abu-Talib,  condutor de camelos. Aos 25 ...

10 curiosidades sobre Maomé

10 curiosidades sobre Maomé

Segundo o Islamismo, o único mensageiro de Alá é Maomé, também chamado de Mohammad. Ele nasceu em Meca, na Arábia Saudita, no ano de 570 d.C. Seu pai, Abd Allah, morreu em uma batalha antes de seu nascimento. Como sua mãe, Amina, faleceu quando ele tinha 6 anos, o tio...

1 Comentários

1 Comentário

  1. Manuel Muller Brito de Carvalho

    ótimas curiosidades

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This