Origem do catolicismo

11 de agosto de 2020

O cristianismo foi fundado por Jesus Cristo, que nomeou são Pedro como o primeiro líder, no ano de 33. Seu reinado foi até 66. A Igreja passou a ser chamada católica no Concílio de Constantinopla, no ano de 381.

A Igreja Católica impôs oficialmente o celibato sacerdotal no século IV, por decisão do sínodo romano de 386. Antes disso, a prática era opcional, conduta mantida ainda pelas igrejas do rito oriental. Mesmo se subordinando ao papa, elas possuem direito canônico próprio. Padres orientais que se casam não podem ser indicados à posição de bispo.

O primeiro a impor o celibato ao seu clero foi Santo Agostinho. Jesus Cristo manteve sua castidade durante toda a vida, assim como São Paulo. A conduta, segundo a Igreja, permite aos sacerdotes que dediquem integralmente sua vida aos trabalhos religiosos.

A palavra hóstia (do latim hostia) quer dizer vítima. Originariamente, era o animal imolado ao sacrifício. Na Antigüidade, chamava-se de hóstia o que era oferecido às divindades. A Igreja Católica teve a ideia de aplicar o termo hóstia a Jesus, que se deixou imolar para a felicidade dos homens.

É possível adquirir uma hóstia através do correio. A iniciativa partiu da Igreja Episcopal da Inglaterra, que envia hóstias pré-consagradas via postagem. O serviço é gratuito, só é necessário pagar a taxa de envio, que custa duas libras (aproximadamente seis reais).

Todos os anos, a Igreja realiza a cerimônia de Lava-Pés na Semana Santa. Esse é um dos principais rituais do catolicismo, e simboliza a humildade e o amor ao próximo. Imitando o gesto de Jesus Cristo na Última Ceia com seus discípulos, os sacerdotes lavam os pés de 12 pessoas. Em 2001, Dom Cláudio Hummes, arcebispo da cidade de São Paulo, enxaguou e beijou os pés de 10 homens e 2 mulheres dependentes de drogas.

Segundo a Bíblia, depois do dilúvio, os descendentes de Noé se instalaram na planície de Senear. Eles começaram a erguer uma grande torre para alcançar o céu. Todos falavam a mesma língua até que Deus desceu dos céus, semeou a confusão e dispersou-a por toda a terra. Essa é a lenda da Torre de Babel, que simboliza as diferentes línguas faladas pelo rebanho cristão.

A Bíblia

A Bíblia é formada por 73 livros (há outras maneiras de contá-los) — o Antigo Testamento contém 46 e o Novo, 27 —, num total de 3.566.480 letras e 773.756 palavras. São 31.138 versículos e 1.189 capítulos. O Vaticano possui a mais volumosa Bíblia do globo, redigida em hebraico. Ela pesa 175 quilos. A Bíblia foi traduzida para 2.355 línguas e dialetos. A cada minuto, 47 Bíblias são vendidas ou distribuídas ao redor do mundo.

 

Artigos Relacionados

Cruzadas

Cruzadas

  As Cruzadas foram expedições organizadas pelos cristãos contra os muçulmanos. Desde o século 7, os islâmicos vinham ganhando poder e alargando suas fronteiras. Mas no século 11, a expansão atingiu um ponto alarmante para a Europa quando tribos nômades de turcos...

As expedições

As expedições

  Primeira Cruzada (1095-1099) O papa Urbano II dá início ao movimento. Com a conquista de Antioquia e de Nicéia, em 1098, e de Jerusalém, em 1099, os cristãos dão iniciam ao chamado Reino Latino. Segunda Cruzada (1147-1148) A nova marcha é organizada após a...

A origem da igreja católica ortodoxa

A origem da igreja católica ortodoxa

No início do cristianismo havia apenas uma igreja, com cinco Patriarcados, ou seja, cinco "sedes": Roma, Constantinopla, Alexandria, Antioquia e Jerusalém. Sendo que o patriarcado de Roma era considerado "Primus inter pares" (o primeiro entre iguais). No entanto, as...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *