Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Marco zero

24 de abril de 2019

 

  • Apesar do Pátio do Colégio ser a primeira construção de São Paulo (SP), a Praça da Sé é considerada o marco zero da cidade por sua localização. Ela começou a ser usada como ponto de partida para a numeração das casas em 1852.
  • O desenho que marca o ponto zero foi feito em 1934 pelo artista francês Jean Gabriel Villin e o jornalista Américo Neto. Consiste em uma rosa-dos-ventos cujas partes apontam para a cidade de Santos e os Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná.
  • Antes da Praça da Sé, São Paulo (SP) teve três marcos: a fachada da primeira igreja construída na Sé (erguida em 1616 e reformada em 1745), uma das torres da segunda igreja e um ponto ao lado desta mesma construção, após sua demolição em 1911.
  • O marco zero também é referência para o cálculo da quilometragem das estradas. Isto explica porque a rodovia dos Bandeirantes, por exemplo, tem início no quilômetro 13.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This