Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

A invenção do detector de mentira

24 de abril de 2019

Durante seu curso na Universidade de Medicina da Califórnia, o americano John A. Larson estudou o comportamento de mentirosos, monitorando seu batimento cardíaco e sua respiração. Quando mentiam, os batimentos e a respiração ficavam bem mais rápidos. Adicionando um elétrodo para monitorar a transpiração da pele, Larson criou em 1921 o “polígrafo”, também conhecido como detector de mentiras. Mas a máquina não se mostrou totalmente confiável porque mentirosos mais inteligentes conseguiam enganá-la.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

10 curiosidades sobre o Instagram

10 curiosidades sobre o Instagram

O Instagram foi criado pelos desenvolvedores de softwares Kevin Systrom e Mike Krieger e lançado nos Estados Unidos em 6 de Outubro de 2010. A primeira versão era exclusiva para iPhones. O Instagram nasceu como uma rede social para compartilhamento de fotos e vídeos,...

Qual é a origem do nome da pomada Hipoglós?

Qual é a origem do nome da pomada Hipoglós?

A pomada Hipoglós, inimiga número 1 das assaduras e brotoejas dos bumbuns dos bebês, foi criada em 1930 pelo médico espanhol Raúl Roviralta Astoul. Ele e o farmacêutico Fernando Rubió i Tudurí fundaram o Laboratório Andrómaco, em Barcelona, no ano de 1923. O primeiro...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This