Maior colecionador de Monopoly do mundo não gosta do jogo

6 de janeiro de 2021

O inglês Neil Scall, 51 anos, residente em Sussex, a 88 quilômetros de Londres, entrou para o Guinness Book em julho de 2016. Ele é desde então dono da maior coleção do jogo Monopoly no mundo (no Brasil, o famoso jogo de tabuleiro atende também pelo nome de Banco Imobiliário).

Durante um domingo e uma segunda-feira inteiros, Scall e amigos ficaram contando, catalogando e fotografando todas as versões que estavam na casa do colecionador. Muitas caixas estavam guardadas num galpão de armazenamento – a maioria lacrada e embrulhada em embalagens da Amazon e do Ebay. No final da jornada, eles chegaram a um total de 1.800 unidades – quase quatro vezes mais o recorde anterior. Scall recebeu o seu diploma.

Neil, então gerente de serviços do Aeroporto de Heathrow, que a coleção nasceu em 2005. Ele comprou uma edição especial de Monopoly como recordação de viagem da Nova Zelândia. Trouxe outros de viagens seguintes e os amigos e parentes começaram a fazer o mesmo. Quando se tornou conhecido, Scall passou a receber jogos até de desconhecidos espalhados pelo mundo.

O curioso é que, na ocasião, o recordista revelou que fazia 20 anos que não jogava uma partida de Monopoly. Nem gostava tanto assim da dinâmica da partida. Iniciou a coleção apenas por ele fazer parte da memória afetiva de sua família. “Eu costumava brincar o tempo todo com meus irmãos”, declarou.

A novidade é que Scall atingiu um novo patamar da coleção no final de 2020. Ele bateu a marca de 3.000 unidades. Mas agora a coleção não fica mais escondida. Tudo fica documentado na página de Facebook Monoponeil. Em 30 de dezembro, por exemplo, ele apresentou o exemplar número 3008, que veio da Grécia.

Pelos seus próprios cálculos, Scall revela que já gastou 150 mil libras com a coleção (o equivalente a 1 milhão de reais). Mas a coleção ainda está longe do final. Já foram lançadas cerca de 10 mil edições de Monopoly ao longo da história em todo o mundo.

Leia também:
A briga entre Monopoly e Banco Imobiliário
Curiosidades sobre 10 brinquedos
Meu primeiro Banco Imobiliário

Artigos Relacionados

10 jogos clássicos

10 jogos clássicos

Baralho Não se sabe ao certo nem quando nem onde os jogos de cartas apareceram pela primeira vez. Provavelmente, as cartas surgiram na China, no século X. No início eram simples tiras de papel, marcadas com conchas de pedras, flechas e ossos, usadas em rituais de...

Jogo Real de Ur

Jogo Real de Ur

  Em 1920, o arqueólogo inglês sir Leonard Wooley encontrou um tabuleiro com peças e dados na cidade de Ur, importante centro da civilização sumeriana, onde hoje fica o Iraque. Wooley descobriu que o jogo havia sido bastante popular entre os nobres, que se...

Baralho

Baralho

  Não se sabe ao certo nem quando nem onde os jogos de cartas apareceram pela primeira vez. Provavelmente, as cartas surgiram na China, no século X. No início eram simples tiras de papel, marcadas com conchas de pedras, flechas e ossos, usadas em rituais de...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This