1. Ela ganhou esse nome por causa de Edward Murphy, engenheiro aeroespacial nascido no Panamá e funcionário da Força Aérea dos Estados Unidos.
  2. Em 1949, Murphy coordenava testes de tolerância humana à aceleração excessiva. Um voluntário era amarrado num trenó movido por um pequeno foguete, acelerando-o e freando-o abruptamente. O aparelho se chamava Gee-Whiz.
  3. Para que o experimento funcionasse, 16 sensores deveriam ser instalados no corpo do piloto de provas. Inacreditavelmente, o técnico que executava o experimento colocou errado todos os sensores.
  4. O fracasso do teste levou Murphy a dizer a frase que acabou dando origem à Lei até hoje utilizada para justificar os fracassos do cotidiano: “Se há duas ou mais maneiras de fazer alguma coisa e uma delas pode resultar em catástrofe, alguém o fará dessa maneira”.
  5. Costumava se queixar que sua lei acabou interpretada de forma errada. Explicava que o que pretendia dizer era que devemos estar sempre preparados para enfrentar o pior.
  6. Em 2003, Murphy ganhou postumamente o prêmio Ig Nobel na categoria Engenharia  pela formulação da chamada “Lei de Murphy”.
  7. Sua famosa frase foi sendo modificada com o tempo e hoje é resumida como “se algo pode dar errado, dará errado”.