Montanhas

24 de abril de 2019

1. O cálculo da altitude das montanhas é baseado no nível do mar, que não é rigorosamente idêntico em todo o planeta. Cada país toma como referência um ponto do oceano para representar seu padrão. No Brasil, esse ponto está localizado no litoral de Imbituba, em Santa Catarina. Os norte-americanos usam um trecho do litoral do Canadá, e os ingleses um ponto ao sudoeste da ilha britânica. Desse modo, medições feitas em diferentes regiões podem apresentar desvios de até 100 metros. É debatido ainda se o gelo que se acumula no cume das montanhas deve ser considerado ou não na medição.

2. Entre Samoa e Nova Zelândia localiza-se a maior montanha submarina do mundo, com 8.700 metros.

3. Formado há 30 milhões de anos, o Monte Everest é considerado o pico mais alto do mundo. Por estar localizado entre as placas tectônicas Indiana e Eurasiática, ele cresce 4 milímetros por ano.

4. Localizado no Havaí, o Mauna Kea  tem 10.205 m, dos quais 4.205 m estão acima do nível do mar e 6.000 m abaixo. 

5. O pico mais distante do centro da Terra é o Chimborazo, localizado no Equador, com 6.267 metros. – cerca de 2.150m acima do cume do Everest.

As montanhas mais altas do mundo – acima do nível do mar – são:

Montanha

Altura (m)

País

Monte Everest

8.848

Nepal

K-2

8.611

Nepal

Kanchenjunga

8.586

Nepal

Lhotse

8.156

Nepal

Makalu

8.485

Nepal

Lhotse Shar

8.383

Nepal

Cho Oyu

8.188

Nepal

Dhaulagiri

8.167

Nepal

Manaslu

8.163

Nepal

Nanga Parbat

8.126

Paquistão

Artigos Relacionados

Avalanches

Avalanches

São o principal obstáculo para quem quer escalar o monte Everest. Podem atingir 140 km/h, apesar de haver registros de deslizamentos que chegaram a 360 km/h. As mais lentas ficam por volta dos 30 km/h.   Apesar de não ser possível...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *