É verdade que cão que ladra não morde?

É verdade que cão que ladra não morde?

É mais seguro não confiar nesse velho ditado. "Só o dono consegue interpretar o latido do cachorro", afirma Hannelore Fuchs, veterinária, psicóloga e especialista em comportamento animal, de São Paulo. "É claro que o cão que late pode morder, especialmente se for desafiado". E saber as reais intenções do bicho é muito difícil. Quando os cachorros estão bravos, o pêlo das costas fica eriçado e as orelhas em pé. Mas, se o totó for de uma raça com as orelhas caídas e de pêlo longo, infelizmente , não dá para perceber isso. Portanto, o melhor mesmo é passar longe. E nem sempre o rabinho balançando é sinal de amizade. "Ele pode mexer a cauda numa reação a uma situação de conflito, decidindo se vai atacar ou não", explica Fuchs.