São Policrônio

O bispo São Policrônio sofreu o martírio durante a perseguição do Imperador Décio.
Obrigado a ofertar aos deuses do Império, por ordem do imperador, em sinal de protesto o santo silenciou, deixando Décio enfurecido. Parmênio, companheiro de São Policrônio, tentou defender o amigo e teve a língua cortada. Policrônio foi então condenado ao apedrejamento, teve a boca e dentes quebrados e finalmente foi morto.