São Cornélio e São Cipriano

Cornélio foi eleito papa em 251 e ficou apenas dois anos no cargo. Foi afastado acusado de readmitir os apóstatas (pesoas que negam sua religião para não serem perseguidas). Restabeleceu sua autoridade com a ajuda de Cipriano, bispo de Cartago, mas voltou a ser destituído pelo imperador Galo e mandado para a cidade de Civitavecchia. Cipriano, cristão convertido, foi muito influente no norte da África. Sua doutrina é fundamentada no pluralismo da Igreja. Morreu pelo martírio.