Santa Isabel da Hungria

Filha de André II, rei da Hungria, a santa viveu pouco (1207-1231). Mulher exemplar, casou-se aos 14 anos com um homem da nobreza, Luís, da Turíngia.

Contam que certa vez a esmola que a caridosa levou aos pobres se transformou em rosas. Assim, tornou-se padroreira das floristas.

Muitas vezes é confundida com a Rainha Santa de Portugal, que praticou virtudes semelhantes, por causa do mesmo nome.