Santa Eulália de Barcelona

Santa Eulália nasceu na Espanha do século II e foi martirizada com apenas 14 anos de idade, durante as perseguições do Imperador Maximiano, em 304. Negou-se a cultuar os deuses do Império e assim a torturaram, até que ela se convertesse. Ela teve seu corpo queimado com ferros em brasas e depois foi lançada às chamas. O culto a Santa Eulália é muito difundido na Espanha e na França. No início do século V foi construída, em sua honra, uma Basílica em Mérida.