Santa Cristina, São Boris e São Gleb

Cristina era filha de um nobre. Ela teria sido trancada em uma torre, aos 11 anos, em companhia de servas e estátuas do império. Negou-se a abandonar o cristianismo e foi submetida aos maus tratos do pai. Chegou a ser jogada em um rio, com uma pedra amarrada no pescoço, mas foi salva por três anjos. Boris e Gleb eram russos, filhos de São Vladimir, grão-duque de Kiev. Batizados como Romano e Davi, foram perseguidos e mortos.