Santa Cecília, a padroeira dos músicos

Ela era nobre, rica e participava diariamente da missa celebrada pelo Papa Urbano nas catacumbas da via Ápia.

Solteira, fez voto de castidade. Casou-se, mas disse a Valeriano, seu marido, que não poderia ser tocada, pois era protegida por um anjo. Valeriano a respeitou.
Condenada à decapitação, recebeu três golpes, mas sua cabeça não caiu.

É a santa que teve maior número de basílicas em Roma, e muitas delas a consagram padroeira dos músicos.