Santa Bibiana

A santa viveu por volta do ano 360, época de perseguições aos cristãos. Seus pais foram mortos pelo governador Aproniano, que apossou-se dos bens da família e quis que as filhas, Demétria e Bibiana, trocassem de religião. As irmãs foram presas e Demétria logo faleceu. Bibiana, porém, foi flagelada e morreu. Seu corpo, jogado aos cães, foi recolhido pelos cristãos e sepultado junto aos da família. Lá foi construída uma capela e, mais tarde, uma basílica em honra da jovem mártir.