Santa Bernadete

Filha de uma família muito pobre, Santa Bernadete era analfabeta. Foi testemunha ocular das aparições de Nossa Senhora, que começou a aparecer à santa em 11 de fevereiro de 1858. Depois das aparições, Bernadete ingressou no Convento das Irmãs de Nevers. Vítima da tuberculose, sua saúde piorou aos poucos. Por fim, morreu em 16 de abril de 1879. Em 1925, o papa pio XI proclamou-a bem-aventurada e, em 1937, foi canonizada.