Santa Águeda

Na Catânia, Sicília, acredita-se ter sido foi martirizada nas perseguições de Décio, por volta de 251. Ela teria sido entregue à feiticeira Afrodisia, para desviá-la de sua conduta religiosa e por ter mantido sua é, foi cruelmente torturada: desconjuntaram seus ossos, dilaceraram dos seios e a arrastaram sobre cacos de vidros e carvões em brasa.