Quantas árvores são necessárias para se fazer um rolo de papel higiênico?

Quantas árvores são necessárias para se fazer um rolo de papel higiênico?
No Brasil, as árvores mais usadas para esse fim são o eucalipto e o pinho, mas a primeira ganha de longe. E não é a árvore inteira não entra na produção da celulose, a matéria-prima do papel. “São retirados os galhos, as folhas e a casca” que representa cerca de 10% da árvore “e usa-se a parte interna do tronco”, afirma José Lívio Gomide, professor de tecnologia da celulose da Universidade do Vale do Rio Sinos (Unisinos), em São Leopoldo (RS), “Para se obter uma tonelada de celulose são necessárias aproximadamente 16 árvores”. Ou seja, cada árvore produziria 62,5 Kg de celulose. De acordo com Geraldo Dellaqua, gerente administrativo da Manikraft Guaianazes Papel e Celulose, de São Paulo, com uma tonelada de celulose são produzidos cerca de 2.090 fardos de 64 rolos de papel higiênico de gramatura média cada, ou seja, 133.960 rolos de mais ou menos 70 gramas de peso. Com base nesses dados, podemos concluir que para cada rolo de papel higiênico fabricado são gastas 0,001 árvores, ou melhor, 1% de uma árvore. Em outras palavras, cada árvore “contém” 100 rolos. Para se ter uma idéia, se uma família de três pessoas gasta um rolo de papel higiênico por dia, consumiria uma árvore em pouco mais de três meses.