O que nos faz ficar com uma música que detestamos na cabeça?

O que nos faz ficar com uma música que detestamos na cabeça?

Há várias explicações para o fenômeno da "música chiclete". Uma delas está relacionada à memória afetiva. Um dos nossos processamentos de memória mais fortes é o daquela que evoca algum tipo de emoção. As músicas chatas provocam irritação, que também é uma forma de emoção, e por isso tendem a ficar mais fortemente gravadas na memória. Assim como as canções irritantes, a memória também guarda as que fizeram parte de um momento importante, como começo ou fim namoro, ou outra fase específica da vida.