O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, pediu asilo na embaixada equatoriana em Londres, com medo de ser extraditado para os Estados Unidos. Assange publicou uma série de documentos sigilosos do governo americano.