Martinho Lutero

“Não é justo nem aconselhável agir em desacordo com a própria consciência.”
Martinho Lutero