Leila Diniz

  • “Todos os cafajeste que conheci na minha vida são uns anjos de pessoa”
  • “Eu seria a maior mulher do mundo se me dedicasse aos homens”
  • “Esse negócio de lesbianismo é coisa de carência afetiva. Todo mundo quer ser amado”
  • Você pode amar muito uma pessoa e ir para a cama com outra. Isso já aconteceu comigo””
    Leila Diniz