Kikos marinhos existem?

Kikos marinhos existem?
Sim! Para quem não se lembra, os kikos marinhos foram uma grande febre nos anos 70 e eram vendidos como criaturinhas de outro planeta que as crianças poderiam criar em casa. Vinham em uma caixa com aquário de plástico, um saquinho de purificador de água, cuja ação levava intermináveis 24 horas, e outro envelope com os ovos dos bichos. “Na verdade, os kikos marinhos eram artemias, uma espécie de crustáceo milimétrico”, revela Martin Sander, professor do Laboratório de Ornitologia e Animais Marinhos da Unisinos, em São Leopoldo (RS), “Eles fazem parte do plâncton e também se alimentam dele”. Os ovos dos animais eram preservados em cristais e, em contato com a água purificada, eclodiam. Hoje os kikos marinhos podem ser encontrados em lojas especializadas e são vendidos como comida para peixes. Eles ainda fazem sucesso pelo mundo afora, mas conhecidos como sea monkeys (macacos do mar).