José Victor Oliva

“Peguei um táxi à noite e falei para o motorista: ’Meu chapa, ontem foi meu aniversário de 15 anos, aqui está a grana, me leva para comer uma mulher’. Ele me levou para uma conhecida dele. Eu tremia como vara verde.”
José Victor Oliva