Eduardo Suplicy

“Comecei de forma um tanto inadequada, aos 12 anos, com uma prostituta de nome de guerra Rosa. Ela me olhou e disse: ’Que gracinha!’ Aí eu lhe paguei 50 cruzeiros antigos.”
Eduardo Suplicy