Edmundo Barreto Pinto tornou-se o primeiro político cassado por quebra de decoro parlamentar. O deputado federal se deixou fotografar vestido de smoking e cueca para a revista “O Cruzeiro”, em 1946. As fotos faziam parte de um ensaio intitulado “Barreto Pinto Sem Máscara”. Em sua defesa, Pinto disse que foi enganado pelo jornalista David Nasser, pensando que seria fotografado apenas com a parte superior do corpo.