Depois da morte de seu pai, Kim Jong-il assumiu como Líder Supremo da Coreia do Norte.