Um Conto de Natal (A Christmas Carol) foi escrito por Charles Dickens em 1843 em uma tentativa de cobrir algumas de suas dívidas. O “livrinho de Natal”, apelido dado pelo autor, acabou se tornando um dos maiores clássicos natalinos de todos os tempos. Nos primeiros dias, foram comercializadas mais de 6 mil cópias.