O jogador de futebol Garrincha faria aniversário hoje. Seu verdadeiro nome era Manuel dos Santos, e não Manuel Francisco dos Santos. Ele passou a assinar assim depois que o chefe da seção da fábrica onde trabalhou acrescentou o nome em uma ficha para evitar confusões com outros “manuéis”. Garrincha era operário da América Fabril e jogava no Esporte Clube Pau Grande, em 1952, quando recebeu convite para treinar no Botafogo. Mas só apareceu no clube quase um ano depois para fazer o teste. “Sabe como é”, justificou. “Quem trabalha em fábrica não pode sair a qualquer hora, não. O patrão manda a gente embora.”