Em toda a sua vida, Chico Xavier, o maior médium do Brasil, escreveu 412 obras. Depois de sua morte, mais 39 livros psicografados por ele foram publicados. Chico nunca admitiu ser o autor dessas obras, dizendo que apenas escrevia o que os espíritos ditavam. Por isso, não aceitava o dinheiro arrecadado com os livros. O médium psicografou também cerca de 10 mil cartas de falecidos a familiares. Chico Xavier morreu às 19h30 do dia 30 de junho de 2002, aos 92 anos, em Uberaba (MG). No mesmo dia, o Brasil conquistou pela quinta vez a Copa do Mundo. Amigos do médium contam que ele pedia a Deus para morrer em um dia em que o país estivesse em festa.