A norte-americana Lilian Sholes foi a primeira mulher a datilografar em público, em 1867, durante a segunda fase da Revolução Industrial. Filha de Christopher Sholes, um dos inventores da máquina de escrever, Lilian tornou-se um ícone numa sociedade essencialmente machista. Fazia aniversário em 30 de setembro, e, no centenário de seu nascimento, em 1950, as empresas fabricantes de máquinas de escrever fizeram comemorações e concursos para eleger a melhor datilógrafa. Muitas secretárias participavam dos concursos, que passaram a ser repetidos todos os anos, no dia 30 de setembro e, assim, a data tornou-se conhecida como o “Dia das Secretárias”.