Aos 85 anos e depois de trinta anos de reinado, o imperador japonês Akihito abdicou em favor do filho Naruhito, então com 59 anos. Foi a primeira vez em dois séculos que um imperador do Japão deixa sua função ainda vivo. Ele ganhou o título de imperador benemérito.