André Breton

“Tudo nos leva a crer que existe um certo ponto da inteligência no qual vida e morte, o real e o imaginário, o passado e o futuro, deixam de ser percebidos como opostos.”
André Breton