A Al-Qaeda assumiu a responsabilidade do atentado em Madrid que deixou 192 mortes e 2.050 feridos.