Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

“Quem matou Max?” e outros mistérios das novelas

19 de outubro de 2012

É hoje! Afinal, quem matou Max? Foi o pai de Carminha ou ela própria? Ou será que a divertida “empreguete” Zezé  não é tão inofensiva quanto aparenta? Não se esqueça de Betânia, a melhor amiga de Nina – ela também está na lista dos suspeitos. Mesmo que você não tenha visto nenhum capítulo da novela “Avenida Brasil”, certamente você está sabendo desse assunto.  Na última segunda-feira (15), a novela de João Emanuel Carneiro bateu recordes de audiência no país, ao atingir 49 pontos no Ibope. No Rio de Janeiro, chegou aos 51. Nas redes sociais, não se fala de outra coisa: a trama da novela é tema de piadas, virais, memes e debates. O assunto tem sido pauta de conversas informais, mesas de bar e até de almoços de negócios. Mas, hoje à noite, o mistério chegou ao fim. O escritor João Emanuel Carneiro não decepcionou quem esperava pelo óbvio: a maldosa Carminha foi revelada assassina.

Carminha, uma das suspeitas pela morte de Ma0x

Bem, esse tipo de mistério –  “Quem matou fulano?” –  já foi assunto em muitas outras novelas.  Relembre aqui, no Blog do Curioso, assassinatos nas telinhas que deram o que falar!
O Sheik de Agadir (1967)

A novela foi a primeira da televisão brasileira a instituir o “Quem matou…?”. Na produção, misteriosos assassinatos eram cometidos por uma figura enluvada, conhecida como “o Rato”. No final, descobriu-se que “o Rato” era, na verdade, uma mulher: a princesa Éden de Bassora, interpretada por Marieta Severo.
Cavalo de Aço (1973)

Na trama, o autor Walter Negrão escondeu o nome do assassino do velho Max (outro Max!!!), interpretado por Ziembinski, até o final da novela. A criminosa era a filha bastarda do personagem, Lenita, vivida por Arlete Salles.
O Astro (1978)

O mistério da vez era: quem matou Salomão Hayala? No último capítulo da novela de Janete Clair, a revelação óbvia decepcionou parte do público: Felipe (Edwin Luisi) – amante da mulher da vítima – e seu amigo Henri (José Luiz Rodi) foram revelados como assassinos.
Vale Tudo (1989)

A vilã Odete Roitman foi assassinada na véspera do Natal. Durante os 13 dias que antecederam a revelação do criminoso, rifas, apostas, sorteios e até uma promoção do caldo de galinha Maggi perguntava: Quem matou Odete Roitman? No final foi revelado que Leila, interpretada por Cássia Kiss, havia matado a vilã sem querer, achando se tratar da amante de seu marido.
Pedra Sobre Pedra (1992)

Escrita por Aguinaldo Silva, a novela mostrou o fotógrafo Jorge Tadeu, vivido por Fábio Júnior, sendo morto a tiros no capítulo 30. Durante toda a trama, no entanto, ele voltava em espírito para namorar as muitas amantes que tinha pela cidade. No penúltimo capítulo, o assassino foi revelado: a beata Gioconda Pontes, interpretada por Eloísa Mafalda. Ela foi desmascarada por Jorge Tadeu enquanto roubava peças sagradas da igreja da cidade. Gioconda matou o sedutor por ter raiva de ele ser amante de sua filha Úrsula (Andréa Beltrão).
A Próxima Vítima (1995)

O público acompanhou vários assassinatos misteriosos ao longo da trama de Sílvio de Abreu. No final, foi revelado que Adalberto Vasconcellos (Cecil Thiré) havia matado dez pessoas: Giggio di Angelis (Carlos Eduardo Dolabella), as sete testemunhas do crime por queima de arquivo, Eliseo Giardini (Gianfrancesco Guarnieri) – a testemunha verdadeira – e Ulysses Carvalho (Otávio Augusto) – o informante. O criminoso não saiu impune, e também acaba assassinado por Olavo. E, pasme, essas  não foram as únicas mortes da novela. A vilã Isabela (Cláudia Ohana) matou a secretária Andrea, e Bruno assassinou Romana por vingança (a pedido de Isabela). Ufa!
Celebridade (2004)

Escrita por Gilberto Braga, a novela só revelou o responsável pela morte de Lineu Vasconcelos (Hugo Carvana) no último capítulo. A assassina era Laura (Cláudia Abreu), que matou o empresário com um tiro certeiro.
Paraíso Tropical (2007)

O mistério só foi  esclarecido no último capítulo. O principal suspeito e grande vilão da trama Olavo Novaes (Wagner Moura) matou Taís Grimaldi (Alessandra Negrini). Ele descobriu que o irmão bastardo, Ivan (Bruno Gagliasso), era, na verdade, filho do poderoso empresário Antenor Cavalcanti (Tony Ramos). Planejava, inicialmente, matar a mãe e o irmão. Mas, para ficar com a herança de Ivan, também precisava matar Antenor. Taís, no entanto, descobriu quem era o pai de Ivan e se tornou uma ameaça a Olavo.
Passione (2010)

Na novela de Sílvio de Abreu, Saulo (Werner Schünemann) foi encontrado todo ensanguentado, nu em um motel. O vilão foi assassinado a facadas, mas o criminoso conseguiu deixar a cena do crime a tempo. Vários personagens se tornaram suspeitos pelo assassinato. Um deles foi Danilo (Cauã Reymond), o filho viciado em drogas que Saulo expulsou de casa. Estela (Maitê Proença), mulher de Saulo, também era suspeita, assim como o amante dela, Agnello (Daniel de Oliveira). O caso dos dois havia sido descoberto pelo marido traído, que agrediu os dois apaixonados. No fim das contas, a assassina era  Clara (Mariana Ximenes), que havia sofrido abuso sexual de Saulo quando criança.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

40 curiosidades sobre mulheres nas novelas

40 curiosidades sobre mulheres nas novelas

Rosamaria Murtinho estrelou um dos primeiros grandes sucessos das novelas diárias com A moça que veio de longe (1964). Ela fez par romântico com o galã Hélio Souto. Em Pigmalião 70 (1970), Tônia Carrero, no papel da milionária Cristina, lançou a moda do cabelo...

A ideia inicial de nomes de séries que fizeram muito sucesso

A ideia inicial de nomes de séries que fizeram muito sucesso

Escolher o nome de uma série não é das tarefas mais simples. Muito do sucesso das superproduções da TV ou do streaming depende da curiosidade que seu nome pode despertar. Há até agências de publicidade e branding envolvidas nessa escolha. É divertido também saber que...

10 curiosidades sobre Betty Boop

10 curiosidades sobre Betty Boop

O desenhista Grim Natwick (1890-1990) criou Betty Boop em 1930 para os Estúdios Fleischer, de Nova York, o mesmo que produzia os desenhos de Popeye e Superman. A personagem nasceu para ser a namorada de um cachorro chamado Bimpo, que estrelava o desenho animado "Dizzy...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This